Um jovem garoto.

O tratamento de doenças comuns em cabras geralmente requer uma combinação de cuidados diagnósticos, medicamentos e isolamento. Depende muito da doença específica em questão, bem como de quantas cabras de seu rebanho são afetadas. O primeiro passo geralmente é ficar de olho em suas cabras. Estar familiarizado com seu comportamento normal o ajudará a perceber quaisquer mudanças sutis em sua saúde. Existem muitas doenças comuns em cabras e, embora algumas delas possam ser tratadas em casa, outras podem exigir cuidados veterinários profissionais. Os veterinários devem ser consultados para problemas mais sérios ou quando os tratamentos caseiros não ajudam. Exemplos comuns de condições que merecem intervenção incluem uma doença conhecida como “canela preta”, parasitas e a infecção bacteriana listeriose. O tratamento imediato é geralmente necessário para evitar danos permanentes ou morte, o que significa que ser pró-ativo e estar no controle da saúde de suas cabras é realmente importante.

Aprenda a identificar comportamentos comuns

Algumas doenças podem ser tratadas alterando a dieta da cabra.

Uma cabra normalmente apresenta sintomas imediatamente se houver um problema. Normalmente, o primeiro sintoma é a depressão e o animal pendura a cabeça, perde o apetite ou geralmente age como se estivesse sofrendo. Se a cabra tiver um vírus ou outro tipo de infecção, é importante isolá-la do resto do rebanho para que a infecção não se espalhe.

Verifique se há inchaço e febre

Os proprietários também podem sentir ao redor da cabra inchaço e inchaço, que podem ser sintomas de problemas específicos; verificar se o animal está com febre, normalmente com um termômetro veterinário, também pode ser uma boa ideia.

O óleo mineral pode trazer alívio para uma cabra inchada.

Às vezes, as cabras simplesmente comem comida muito rica e ficam inchadas, o que pode ser aliviado com a administração de bicarbonato de sódio ou óleo mineral. É importante ter em mente, entretanto, que vermes ou outras infecções também podem causar inchaço. Certificar-se de que os cronogramas de desparasitação estão atualizados é importante para garantir cabras saudáveis. Outro problema comum causado por alimentos muito ricos é a laminite, que causa claudicação temporária. A laminite geralmente pode ser tratada dando à cabra uma cama macia e começando com uma dieta sem proteínas, como feno ou grama.

Correções Gerais

Mesmo que você não saiba exatamente o que está incomodando sua cabra, algumas soluções gerais podem trazer melhorias. Mudar a dieta dos animais e garantir que haja água limpa e comida suficiente são bons lugares para começar. Um lugar limpo para descansar longe da luz solar direta também pode ajudar, especialmente nos meses mais quentes do verão. Se nada do que você fizer parece trazer uma melhora, pode ser hora de fazer um exame mais formal para o animal. A maioria dos especialistas recomenda um check-up se as coisas não melhorarem por conta própria em um ou dois dias.

Identificando Blackleg

Se sua cabra não tem inchaço e você sabe que não tem vermes, mas ela está triste e parece inchada, pode ter ingerido bactérias do solo e contraído a canela preta. Perna-preta é uma doença potencialmente fatal que causa inchaço esponjoso, febre e respiração rápida. O inchaço geralmente é perceptível no pescoço, costas, ombros e quadris. Em geral, ocorre muito rapidamente e a única cura são os antibióticos . Esses medicamentos de alta potência geralmente estão disponíveis apenas por um veterinário licenciado.

Parasitas e vírus

As cabras também tendem a ser suscetíveis à coccidiose , uma doença parasitária que causa diarreia e desidratação. A coccidiose e outras doenças caprinas causadas por parasitas e vírus devem ser diagnosticadas e tratadas por um veterinário, devido ao quão específicos e matizados os sintomas tendem a ser. Algumas formas, como a febre aftosa, são tão graves que a cabra deve ser sacrificada. Às vezes, pegar a doença cedo o suficiente pode evitar esse resultado, mas nem sempre.

Listeriose

Another common, yet serious, goat disease is listeriosis. It is recognizable by the peculiar way one side of the goat’s face will become paralyzed, as if it had a stroke. A veterinarian should be called if you ever notice this since, if left untreated, the goat can die within 24 hours. Goats can and often do carry this disease for years without any symptoms, and then suddenly display them. Listeriosis is contagious, which means that total isolation is usually the best course. If you put the animal in a shared barn stall or other communal place, it should be completely sterilized before other goats have access to it.

Importance of Prevention

Proper care and prevention are two of the best ways to keep diseases like these away from your goats. Keeping water and hay clean and making sure that pastures and barns are clear of manure can help prevent the spread of infection. Checking goats daily for proper feeding and behavior can prevent most problems, and taking precautions the moment illness is suspected can go a long way when it comes to saving lives.