O tecido de granulação é um tipo de tecido conjuntivo fibroso que se forma durante a cicatrização de feridas . Esse tecido é formado em coágulos de fibrina e cresce até que os coágulos sejam substituídos pelo novo tecido.

O tecido granular começa como vermelho claro ou rosa escuro e se espalha até cobrir toda a superfície da ferida, independentemente de seu tamanho.

O seu aspecto é húmido, de cor vermelha clara ou rosa escura, e de superfície irregular à qual deve o nome de tecido granular.

Ele consiste em uma matriz extracelular que abriga vários tipos de células que crescem na própria matriz e uma nova rede vascular para fornecer o novo tecido em crescimento. As células do sistema imunológico também migram para o tecido granular , com destaque para macrófagos e neutrófilos.

Já o tecido granulomatoso é um tecido com granulomas , algo de tecido de granulação completamente diferente, mas muitas vezes confundido pela semelhança de seu nome.

Os granulomas são formações inflamatórias que produzem imunidade para isolar uma substância estranha ou corpo que não foi capaz de eliminar o sistema.

Os granulomas são visíveis apenas ao microscópio, enquanto o tecido granular pode ser identificado a olho nu.

O tecido granular apareceu nas feridas como um mecanismo de cura. Granulomas e tecido granulomatoso aparecem em muitos tipos de doenças, especialmente doenças infecciosas e doenças inflamatórias crônicas.