O termo Big Bang ou teoria do Big Bang como também é conhecido, é uma das teorias mais populares e divulgadas dentro da ciência , pois é responsável por explicar a origem do universo e defende o fato de ter sido produto de um grande choque .

A origem do termo Big Bang é atribuída ao astrônomo britânico Fred Hoyle É importante saber que isso foi produto da intenção do referido astrônomo de se referir a essa teoria como pejorativa, com a qual não tinha afinidade. Além disso, Hoyle também é responsável pela teoria do estado estacionário. A própria teoria indica que o universo teve sua origem há aproximadamente 13,8 bilhões de anos, que se expandiu graças à explosão em questão.

Segundo a teoria, após a expansão o universo iniciou um processo de resfriamento e foi aí que ocorreu a formação das primeiras partículas subatômicas e, posteriormente, dos átomos.

Todas essas coisas que podem ser vistas são feitas de átomos e todas elas são tão minúsculas que são impossíveis de serem percebidas pelo olho humano. Mas antes que esses átomos existissem e a matéria pudesse se formar, não havia absolutamente nada, tal situação sendo algo um tanto difícil de imaginar.

Segundo a teoria do Big Bang, houve uma grande explosão, que foi aquela que deu origem ao surgimento da matéria . Deve-se destacar que há um fato fundamental que comprova essa ideia, trata-se da expansão do universo. Segundo muitos especialistas em astronomia , se há uma expansão constante do universo, o movimento ocorrido deve ter começado em algum momento.

Em outras palavras, se as galáxias estão se afastando umas das outras, isso significa que houve um tempo em que elas estavam muito próximas. A distância entre as galáxias era tal que estavam todos fundidos. O que implica que toda matéria e espaço que fazia parte do universo estavam unidos em um ponto. Os astrônomos chamam esse ponto de “singularidade inicial”. Foi nesse momento que aconteceu a grande explosão, conhecida como Big Bang.