O braço de torque de um carro de corrida pode ser ajustado por equipes de box durante uma corrida para melhorar o manuseio do carro.

O braço de torção é um componente de suspensão que é montado na traseira-rígido de um veículo de tracção às rodas traseiras do eixo . Este braço permite que o veículo acelere em linha reta sem girar o eixo traseiro. Este braço também auxilia o veículo na frenagem aplicando força ao sistema de frenagem. O braço de torque é usado principalmente no que os designers chamam de sistema de suspensão de três elos.

O comprimento e o ponto de montagem do braço de torque de um veículo são projetados e projetados em torno da linha central instantânea do veículo. Este é o ponto em que a geometria da suspensão do veículo se cruza entre a dianteira e a traseira. Ao montar o braço o mais próximo possível do centro instantâneo da suspensão do veículo, a maior quantidade de energia rotacional é transferida para energia de aceleração.

Os pilotos têm experimentado os pontos de montagem das suspensões dos veículos há décadas. Ao alterar o local de montagem mesmo que seja o mínimo, o veículo reagirá à aceleração e à frenagem de maneira muito diferente. Em uma suspensão exclusiva para corrida, os pontos de montagem são ajustáveis ​​para ajustar a suspensão às mudanças nas condições da pista.

Em um veículo de produção, o local de montagem e o comprimento das peças de suspensão são projetados sob uma teoria de compromisso. O projeto principal é configurado para obter os melhores resultados em um determinado conjunto de parâmetros. Levando em consideração todas as condições de um veículo de rua, a suspensão foi projetada para funcionar bem em uma ampla variedade de condições.

Essa prática de design explica por que alguns carros esportivos parecem mais carros de corrida do que alguns sedãs familiares ou picapes. O objetivo do veículo foi examinado pelos engenheiros e a suspensão foi projetada de acordo. No projeto do braço de torque, os engenheiros entendem que o veículo de rua não precisa acelerar como um veículo de corrida e seu projeto reflete as condições de direção do mundo real.

Sem um braço de torque, a suspensão do veículo ficaria presa quando o eixo traseiro tentasse girar em torno de si mesmo. O veículo sofreria com o eixo de transmissão quebrado e peças de suspensão. Sob as condições de frenagem mais modestas, o eixo traseiro tentaria novamente girar enquanto os pneus diminuíam a rotação e a suspensão travaria novamente, fazendo com que o veículo derrapasse fora de controle.

O braço é projetado para fornecer tração adequada em clima úmido e seco. A neve e a lama também são levadas em consideração para que o veículo tenha um desempenho satisfatório em todas as condições. Os carros de corrida podem ser ajustados por equipes de box durante o curso de uma corrida para melhorar as características de manuseio do veículo. O bonde deve ser ajustado no painel de design e todas as características de desempenho devem ser projetadas no momento da fabricação.