Um fluido não newtoniano é aquele que não possui uma viscosidade definida e constante , ao contrário dos fluidos convencionais que seguem a mecânica newtoniana.

A viscosidade em fluidos newtonianos pode ser descrita como uma função da temperatura e pressão sem outras forças envolvidas. Em fluidos não newtonianos, ao contrário, a viscosidade depende da temperatura e da força de cisalhamento a que o fluido está sujeito.

A água é um dos melhores exemplos de fluido newtoniano; como fluidos não newtonianos, podemos citar mel, sangue, vários tipos de géis e tintas, etc.

Características proeminentes

Um fluido não newtoniano em repouso se comporta como um líquido, ao passo que, se for submetido a forças de estresse, sua viscosidade aumenta. Se você atinge a superfície de um fluido não newtoniano, a tensão introduzida pela força que chega faz com que os átomos que compõem o fluido se reorganizem, aumentando a viscosidade, até se comportarem como um sólido por um instante . Sua mão não vai penetrar no fluido.

Porém, se você estiver introduzindo sua mão no fluido lentamente, poderá colocá-la no fluido sem problemas. E se a mão estiver dentro e você tentar tirá-la rapidamente, o fluido se comportará como um sólido novamente e você poderá retirar o fluido do recipiente próximo à sua mão. Quanto maior for a força aplicada, maior será a viscosidade. Este efeito geralmente dura apenas enquanto a força é aplicada.

Entre os fluidos não newtonianos, podemos encontrar os seguintes grandes grupos:

  • Plásticos
  • Fluidos que seguem a lei de potência
  • Fluidos viscoelásticos
  • Fluidos cuja viscosidade também é influenciada pelo tempo

Vídeo

Um dos fluidos não newtonianos mais usados como exemplo, sendo barato e não tóxico, é o fluido formado pela suspensão da farinha de milho em água. No vídeo a seguir você pode ver este exemplo.