As toxinas em sculpins podem causar tonturas e náuseas.

O sculpin é um peixe espinhoso da ordem Scorpaenidae, família Cottidae. Eles são parentes dos peixes- escorpião e comuns nas águas da América do Norte. O sculpin pode ser encontrado tanto em água salgada quanto em água doce, e comumente em poças de maré e outras águas rasas, onde se agarra próximo ao fundo. Mais de 300 espécies podem ser encontradas na família Cottidae.

Sculpins tendem a ser pequenos, raramente crescendo mais de 30 centímetros de comprimento, com corpos comprimidos, grandes nadadeiras em forma de leque e um conjunto intimidante de espinhos ao longo de suas nadadeiras dorsais. Muitos sculpins carregam toxinas em suas espinhas e, portanto, devem ser manuseados com cuidado para evitar desconforto. Embora a toxina encontrada nas espinhas esculpidas raramente seja fatal, ela pode causar irritação na pele, suor, náusea ou tontura . Foi demonstrado que a imersão da área afetada em água quente alivia os efeitos da toxina. Se estiver preocupado, deve-se procurar atendimento médico.

Sculpins variam amplamente em cores, geralmente se adaptando ao ambiente. Eles podem ser encontrados nas variações de vermelho tijolo, verde e marrom, e são freqüentemente listrados ou matizados. O sculpin é bastante distinto quando visto em uma piscina de maré e, portanto, facilmente evitado por quem está descalço. O sculpin também é altamente predatório, comendo essencialmente qualquer coisa que caiba em sua boca, o que pode fazer com que seja um incômodo para os pescadores.

Os Sculpin geralmente não são comidos por humanos, devido à sua toxicidade e ossatura. Algumas espécies dependem do escultor para se alimentar e criaram adaptações para processar a toxina carregada em suas espinhas. Truta e baixo são conhecidos por comer esculturas, assim como seus ovos.

Alguns aquaristas afirmam que os sculpins, embora não tenham a coloração brilhante de algumas espécies tropicais, são bastante atraentes e constituem uma adição interessante aos aquários. Em geral, o escultor prefere águas frias a temperadas e um habitat rochoso com muitos esconderijos. Como os sculpins são altamente predadores, deve-se tomar cuidado com as espécies que vivem com os sculpins e fornecer alimento vivo para os peixes. Além disso, os sculpins preferem água com boa circulação e um sistema de filtragem é recomendado.

O sculpin não é considerado uma espécie de peixe em risco, principalmente porque não é uma fonte de alimento humano. Algumas áreas de habitat de esculturas, particularmente esculturas de água doce, estão sujeitas à degradação ambiental, mas este peixe generalizado e adaptável não parece estar sofrendo como resultado.