Do latim utilĭtas , utilidade é o interesse , o lucro ou o fruto obtido de algo. O termo também permite nomear a qualidade de útil ( que pode servir ou ser aproveitada em algum sentido ).

Algo útil serve para satisfazer uma necessidade . Por exemplo: se uma pessoa deseja abrir uma garrafa, o saca-rolhas é um instrumento útil para cumprir seu objetivo. Um sujeito que pretende pintar uma parede terá a tinta e o pincel como elementos úteis para sua tarefa.
É possível distinguir entre a utilidade total (a utilidade fornecida pela quantidade consumida de um bem) e a utilidade marginal (o aumento na utilidade total produzida pela última unidade consumida daquele bem). A utilidade marginal está diminuindo: à medida que o consumo de um bem aumenta, a satisfação produzida por cada nova unidade é menor do que a produzida pelo bem anterior.

Isso pode ser visto claramente no caso dos alimentos. Uma pessoa que está com fome sentirá grande satisfação ao comer a primeira fatia de pizza. A segunda porção gerará menos satisfação, e assim por diante até o momento em que o sujeito ficará satisfeito e o bem (a pizza) não terá mais utilidade.
No campo da computação, o termo utilidade também tem sido usado. Neste caso, refere-se a qualquer tipo de ferramenta que seja utilizada com o único e claro objetivo de servir não só para realizar a construção de um determinado programa, mas também para a sua posterior execução.
Não menos importante é a palavra que estamos analisando no campo do Direito. Nesse caso, é comum falar do que se denomina Catálogo Florestal de Utilidade Pública. Como o próprio nome sugere, é uma lista de todas as montanhas consideradas de “serviço público”.
Para que um território deste tipo seja classificado como tal, é necessário que contribua significativamente para regular o que seria uma bacia hidrográfica, que reduza palpavelmente a queda de rochas, que seja declarado como floresta protetora ou que seja fundamental para a conservação do solo, entre outras características.
No campo da economia e das finanças , o lucro está associado ao lucro obtido com um bem ou um investimento. Quem investe 500 pesos para comprar produtos no atacado e, depois de revendê-los no varejo, obtém 650 pesos, tem um lucro de 150 pesos.
Ou seja, nesse caso poderíamos determinar que o termo utilidade passa a atuar como sinônimo de benefício. Pois seria a diferença que existe entre as despesas que um determinado negócio tem e os rendimentos que tem obtido.
Finalmente, devemos enfatizar que no campo da filosofia a palavra utilidade também assume um papel especial. Especificamente, a palavra utilitarismo faz isso, que é utilizada para definir uma doutrina ética que tem como máxima principal que a utilidade de uma ação para os seres será aquela que determinará sua moralidade.