Antes de começar a analisar o significado do termo em questão, devemos proceder à determinação de sua origem etimológica. Neste caso, podemos dizer que é o resultado da soma de dois elementos claramente diferenciados:

-O termo latino “verbum” que pode ser traduzido por “palavra”.

-O componente “-oide”, de origem grega e que significa “imagem” ou “aparência”.

Verboide não é um termo que faça parte do dicionário da Real Academia Espanhola ( RAE ). A noção, entretanto, é usada para nomear palavras que se parecem com verbos, mas que, sintaticamente, agem de forma diferente . Em outras palavras: um verbo é um verbo que assume uma forma impessoal .
Como os verbos não são conjugados na primeira, segunda ou terceira pessoa, eles não são verbos , mas um tipo diferente de palavra. Verboides podem ser infinitivos , gerúndios ou particípios .

No caso de verbos infinitivos , eles terminam em “ar” , “er” ou “go” e atuam como um sujeito ( substantivo ) na frase. Vejamos um exemplo . Na expressão “abrir portas é mais difícil do que fechá-las” , o verbo é “é” . Como se vê, “abrir” não atua como verbo, mas é o núcleo do sujeito, que se forma junto ao objeto direto “portas” . O assunto da frase, portanto, é “abrir portas” .
Os verbóides gerúndios terminando em “ando” ou “endo” e funcionam como advérbios . Por exemplo: “Lembrando que a estrada está congelada, instalamos correntes nas rodas” . O verbo é “instalar” , enquanto “lembrar” permite o desenvolvimento de uma construção de tipo circunstancial.
Os verbóides particípios finalmente terminam em “ado” ou “ido” . Eles agem como adjetivos e podem receber modificadores verbais: “Ricardo será espancado, mas Juan será destruído . ” Nessa expressão, “espancado” e “destruído” são formas adjetivas de “acertar” e “destruir” .
Muitos outros exemplos de verbos que existem e que podemos encontrar regularmente em numerosas frases são os seguintes:

-Verboides no infinitivo são chamar, comer, dar à luz, cheirar, pegar, partir, dar à luz e amar.

-Verboides no infinitivo composto são exemplos como ter amado, ter dormido, ter temido e ter comido.

-Verboides em particípio ou particípio passivo são alguns como amado, temido, nascido, partido, impresso, dito, nascido, ferido, colocado, feito …

-Verboides em gerúndio simples também existem muitos e variados. Especificamente, entre os exemplos mais significativos que existem encontramos os seguintes: brincar, desejar, amar, partir, sonhar, temer, dormir …

– Da mesma forma, não podemos esquecer que existem muitos verbóides nos gerúndios compostos. Entre os que são usados ​​com mais frequência, estão alguns como temer, comer, jantar, correr, ter amado, ter partido …

Com base no exposto, podemos encontrar verbos em frases como estas:

-A criança perdida foi encontrada felizmente pelos policiais.

-Morrido o cachorro, a raiva se foi.

-Você tem que preparar o jantar para que todos possamos aproveitar a noite.

-Amor pessoa do mesmo sexo não é crime.
Em última análise, podemos dizer que verbóides são formas impessoais de verbos que agem como substantivos, advérbios ou adjetivos e não têm valor de ação .