Um cachorro-quente de soja com mostarda.

Os cachorros-quentes veganos são alternativas sem carne aos cachorros-quentes tradicionais à base de carne. Freqüentemente, eles são uma escolha para pessoas que seguem uma dieta vegana e para aqueles que desejam apenas se alimentar de forma mais saudável de vez em quando. Os cachorros-quentes veganos geralmente têm menos gordura, calorias e colesterol do que os cachorros-quentes à base de carne.

Pessoas que são veganas seguem uma forma estrita de vegetarianismo, exigindo que não comam carne e nenhum produto de origem animal. Enquanto um cachorro-quente vegano é um cachorro-quente vegetariano, um cachorro-quente vegetariano – ou “vegetariano” – não é necessariamente vegano, porque cachorros-quentes vegetarianos podem conter laticínios ou ovos. Os veganos podem ler os rótulos dos ingredientes para verificar se os cachorros-quentes sem carne são realmente veganos. Junto com a confirmação de ingredientes individuais, algumas embalagens podem conter avisos de que os cachorros-quentes são feitos em fábricas que também processam produtos à base de ovo, o que significa que alguns vestígios de ovo podem ter escorregado para um produto vegano. Tal aviso pode ser suficiente para afastar um vegano estrito de comprar aquele produto.

Os condimentos adicionam sabor aos cachorros-quentes veganos.

O simples fato de ser um cachorro-quente vegano não garante que um produto atenda às necessidades dietéticas de todos. Por exemplo, muitos cachorros-quentes veganos usam soja como ingrediente principal e algumas pessoas têm alergia à soja. Trigo e glúten de trigo também são ingredientes populares em cachorros-quentes sem carne, e ambos estão ligados a alergias e sensibilidades alimentares. Às vezes, a soja também é cultivada com modificações genéticas e pesticidas, e esses fatores químicos podem desligar alguns veganos.

O trigo pode ser usado para fazer cachorros-quentes veganos.

Em geral, porém, cachorros-quentes veganos são considerados uma alternativa mais saudável aos cachorros-quentes à base de carne. Estudos ligaram carnes vermelhas processadas ao câncer de intestino. Também foi demonstrado que os cachorros-quentes à base de carne aumentam as chances de uma pessoa desenvolver doenças cardíacas e diabetes .

Para não-veganos, em particular, o sabor de um cachorro-quente sem carne pode ser decepcionante. Os cachorros-quentes veganos não têm gorduras, açúcares e, bem, a carne encontrada nos cachorros-quentes tradicionais. Essas ausências tornam um desafio duplicar o mesmo tipo de sabor de cachorro-quente em um produto vegano. Isso não quer dizer que cachorros-quentes sem carne sejam necessariamente ruins. Assim como um cachorro-quente tradicional, eles também podem ser temperados com especiarias e temperados com condimentos como ketchup, mostarda e condimentos.