Os gatos que não comem carne suficiente podem desenvolver deficiências nutricionais que os levam a comer cama de gatinho.

Os gatos comem lixo por vários motivos, que vão desde problemas dietéticos até estresse. Se o comportamento não ocorre com frequência, o gato pode estar apenas provando porque é curioso. Muitos casos de consumo de cama indicam que seu gato tem um problema de saúde e precisa ser avaliado por um veterinário. O motivo mais provável relacionado à saúde para comer areia de gatinho é uma deficiência de vitaminas ou minerais, que as substâncias na cama podem ajudar a compensar. Os déficits nutricionais geralmente são causados ​​por uma condição subjacente, como a anemia .

Problemas de saúde física

A anemia em gatos às vezes pode indicar doenças como câncer ou doenças renais.

Qualquer problema de saúde que impeça o corpo do seu gato de absorver todas as vitaminas e minerais de que necessita pode levar a muitos efeitos colaterais diferentes, incluindo o consumo de cama de gatinho. Muitas dessas condições não se limitam aos gatos, mas também podem causar comportamento semelhante em outros animais que usam maca, como os coelhos. Em muitos casos, a causa subjacente é a anemia, uma condição em que o corpo não produz glóbulos vermelhos suficientes ou essas células não funcionam tão bem como deveriam. Animais anêmicos também se tornam deficientes em ferro.

Os gatos podem desenvolver problemas psicológicos e comportamentos alimentares estranhos podem indicar uma compulsão.

O sinal mais visível de anemia em um gato ou gatinho – além de comer areia de gatinho – é a palidez. Você pode verificar isso levantando os lábios do gato e olhando para as gengivas e a língua, que devem ter uma cor rosa saudável. Alguns gatos têm pigmentos muito escuros nas gengivas, o que é normal, mas você ainda pode saber se eles estão mais pálidos do que o normal. Se as gengivas do seu gato são brancas ou azuladas, você deve considerar uma visita ao veterinário o mais rápido possível.

Comer lixo é mais comum com gatos mais jovens que podem não ter sido treinados para boxe ainda.

A anemia em gatos é freqüentemente, mas nem sempre, um sintoma de uma doença mais séria, como câncer ou doença renal . Embora os sintomas do câncer variem muito, alguns sinais de alerta adicionais incluem fadiga, perda de apetite, sangue nas fezes ou na urina, ou mudanças perceptíveis na aparência. Quando os rins de um gato são danificados, substâncias nocivas podem se acumular no corpo; os sintomas podem incluir vômitos e perda de apetite.

Os gatinhos são curiosos e podem tentar comer muitas coisas.

Duas outras condições bastante sérias, mas raras, que podem fazer um gato comer coisas incomuns são a peritonite infecciosa felina (PIF) e a pica felina. Acredita-se que a FIP seja causada por um vírus que invade os glóbulos brancos do sistema imunológico, causando inflamação, comportamentos alimentares anormais, perda de peso, febre e distensão abdominal. Por outro lado, acredita-se que a pica felina resulte de deficiências minerais, algumas doenças ou simplesmente tédio. Se o seu gato comer ou mastigar outros itens não alimentares além da areia para gatos, esse pode ser o problema.

Outros problemas

Um veterinário pode realizar exames de sangue para determinar os motivos de saúde pelos quais um gato está comendo areia para gatos.

Muitos gatos ocasionalmente comem lixo apenas como um experimento. Os animais têm temperamentos e personalidades diferentes e, às vezes, seu animal pode simplesmente ficar curioso sobre o sabor. Se o comportamento ocorrer de vez em quando, mas não com frequência, pode não ser motivo de preocupação. Os gatinhos, em particular, são muito curiosos e comem muitas coisas, como uma criança humana.

Lembre-se também da dieta do seu animal de estimação. Os gatos são comedores de carne naturais, então os felinos que não comem carne suficiente podem desenvolver deficiências nutricionais que eles tentam corrigir comendo lixo para gatinhos. Certifique-se de que os alimentos que seu gato ingere contenham muitos ingredientes e nutrientes naturais, como ferro e potássio. Muitas vezes é melhor evitar ingredientes e conservantes artificiais.

Sometimes, cats may even develop psychological issues just like their human counterparts. Strange eating behaviors may indicate a compulsion, for example. If the cat is adjusting to a major change, such as the sudden departure of a loved owner or another pet, it may be stressed and depressed, which can result in unusual behaviors.

Results of Consumption

Whatever the cause, you should pay attention to what your cat is eating. Some of the ingredients in kitty litter can be dangerous for the cat, although it depends on what type of litter is used. Clumping litter, often made from sodium benotite clay, sticks together when mixed with urine or feces. If eaten, it can create clumps in the cat’s digestive system and create a potentially deadly intestinal blockage. The clay may also strip minerals such as iron and potassium from the cat’s body. Deodorizing substances like scented crystals also contain chemicals that could hurt the cat if eaten.

Natural litters may be made from newspaper, pine, wheat, wood chips, or corn. It may be less dangerous if a cat eats one of these materials, since they may be less likely to create an internal blockage. In addition, if the pet is eating one of these substances, it’s probably less likely that it has a more serious underlying problem.

What You Can Do

If you are concerned about your cat’s eating habits, the best thing to do is take the cat to a vet. Be sure to mention that the cat is eating kitty litter, and how often, as well as any other unusual behavior. The vet will typically perform a physical evaluation and blood tests to look for any potential health problems.

Once diagnosed, your pet may be prescribed antibiotics or other medications to treat any condition that’s causing the behavior. Alternately, a change in diet or activity may be all that’s required. If the litter is blocking the cat’s intestinal tract — or has the potential to do so — surgery may be required to remove it.

You may also take proactive steps yourself, including watching what your pet eats. Changing to a different type of litter may help stop the behavior, as can removing any toys or plants that the cat tries to chew on. You can try to train the cat not to eat non-food items by getting its attention with a loud clap and a firm “no” when you see the behavior and/or moving the cat away from the item. If the cat is eating kitty litter out of boredom or to get your attention, playing with it more frequently and giving it more productive toys can help keep it entertained.