Panda gigante em uma árvore.

Existem apenas duas espécies diferentes de pandas no mundo, os pandas gigantes e os pandas vermelhos. Apesar do nome comum, os dois não estão cientificamente relacionados um ao outro. Eles vivem aproximadamente na mesma área geográfica e têm uma dieta semelhante; ambos também estão diminuindo em termos de número de população. O panda gigante é na verdade uma espécie de urso e, por isso, é conhecido em alguns lugares como “urso panda”. Esses animais podem ser bastante grandes e têm cores muito distintas: eles são principalmente brancos com grandes manchas pretas ao redor dos olhos, nas orelhas e em outras partes do corpo. Como o nome do panda vermelho sugere, essas criaturas tendem a assumir uma cor mais ferrugem e são consideravelmente menores. Na maioria dos casos, eles se parecem com gatos domésticos em tamanho e agilidade, e tendem a viver em terrenos mais rochosos e montanhosos.

Animal Basics

Panda vermelho subindo em um galho.

Ambos os animais são nativos da Ásia Central, mas suas áreas de distribuição tendem a ser um pouco diferentes. Os pesquisadores acreditam que os ursos existem apenas em algumas florestas isoladas de bambu no centro-sul da China. As versões vermelhas também vivem nesta parte da China, mas seu habitat também se ramifica para o oeste em Bangladesh, Butão e Nepal. Acredita-se que o nome “panda” venha da palavra nepalesa “ponya”, que significa “bambu” – e, de fato, o bambu é a principal fonte de alimento para ambas as criaturas. Essa é uma maneira de explicar o nome comum. Na maioria dos outros aspectos, os animais são muito diferentes.

Fatos sobre o panda gigante

Os pandas comem bambu.

O panda gigante é conhecido cientificamente como Ailuropoda melanoleuca , e estudos moleculares mostraram que ele é um verdadeiro urso e faz parte da família Ursidae . É amplamente considerado um dos ursos mais gentis e é predominantemente um herbívoro, o que pode explicar sua falta geral de agressão.

A altura média de um panda gigante é geralmente algo entre 1,50 e 1,80 m de altura (152,5-183 cm), aproximadamente a altura de um ser humano médio. Eles tendem a pesar muito mais, porém, com os ursos pesando regularmente mais de 200 libras (cerca de 91 kg). Os ursos são uma parte muito importante da cultura chinesa e acredita-se que os pandas já foram o animal mais precioso do jardim de animais exóticos do imperador.

Os pandas às vezes comem bananas.

Os ursos normalmente consomem quase 80 libras (36,4 kg) de bambu por dia, o que coloca certa limitação em seu habitat. Em suma, eles precisam viver onde as florestas são ricas e densas e onde há sempre um suprimento constante de alimentos. Eles também são conhecidos por comer pequenos roedores e outros animais quando a comida é escassa; mel, ovos, peixes e frutas como laranjas e bananas às vezes também são consumidos quando estão disponíveis. Os animais normalmente passam cerca de 16 horas por dia apenas comendo. Esse tipo de panda tem uma pata que consiste em um polegar e quatro dedos, e a única função essencial do polegar é segurar o bambu enquanto se alimenta. Os animais também são escaladores e, apesar de seu peso e tamanho, podem frequentemente atingir grandes alturas; os polegares também podem ajudar neste esforço, pelo menos quando se trata de agarrar e puxar

Diferenças do Panda Vermelho

Tanto os pandas gigantes quanto os ursos panda vermelhos podem ser encontrados na China.

Os pandas vermelhos carregam o nome científico Ailurus fulgens e não são ursos. Eles se parecem com uma mistura de gato e raposa e são aproximadamente do tamanho de ambos os animais, embora muitas pessoas pensem que eles têm uma certa aparência de urso, pelo menos no rosto. Sua altura média é de cerca de 24 polegadas (61 cm) e, no máximo, pesam cerca de 13 libras (5,9 kg). Eles normalmente têm caudas longas e espessas que usam tanto para se equilibrar ao escalar e balançar por entre as árvores quanto para se manterem aquecidos durante o sono.

The red panda is also native to China, though it is also commonly found in Bhutan, Nepal, and parts of northern India. These animals are typically found on steeper slopes of the Himalayan Mountains rather than in the lowland bamboo groves that the bears prefer, and they tend to favor dense coniferous forests. Like the giant panda, the majority of the red panda’s diet consists of bamboo, though they’ll also eat berries, mushrooms, acorns, and a variety of grasses.

Threats to Habitat and Survival

Populations of both panda species are considered threatened, but to different degrees. Giant pandas are widely classified as “endangered,” and their population in the wild is widely estimated to be below 1,600. Many different zoos and nature preserves have spent tremendous time and money trying to help the species grow with the intention of boosting the populations that roam China freely, but the problem is a very complicated one. Habitat loss is a major piece of the puzzle.

Red pandas are classed by wildlife groups as “vulnerable,” and their population numbers are estimated at around 10,000 in the wild. The main threats to their survival are human development and land use as well as trapping: the red panda is often trapped and killed in devices meant for other animals entirely. In some cases they are also hunted for their fur, which is sometimes coveted for clothing and accessories.