Cobras amarelas se alimentam de ratos.

As cobras são criaturas perpetuamente misteriosas, conhecidas por trocar de pele e abrigar veneno mortal. Existem muitos tipos de cobras que são venenosas ou prejudiciais aos humanos. As cobras vêm em todas as formas e cores de tamanhos, incluindo muitas variações de amarelo. As cobras amarelas vivem em todo o mundo, vêm de muitas espécies diferentes e podem ser muito bonitas e fascinantes.

Deve-se procurar atendimento médico em caso de picada de cobra, mesmo que a picada não seja dolorosa.

Embora haja uma crença comum de que todas as cobras amarelas são venenosas, isso está longe de ser verdade. A jibóia amarela jamaicana é uma cobra não venenosa que pode atingir 2,43 m de comprimento. Embora essas cobras se alimentem de pequenos roedores e pássaros, o número de espécies diminuiu muito devido à perda de habitat e à caça por humanos. Outrora o principal predador da ilha, a jibóia amarela está agora listada como vulnerável à extinção pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

O veneno de uma cobra marinha de barriga amarela pode causar insuficiência renal em suas vítimas.

Algumas cobras amarelas se saem melhor nos Estados Unidos, onde a cobra-rato amarela é geralmente conhecida como uma criatura inofensiva para os humanos. A distinta cobra listrada de amarelo e preto vive em toda a parte sudeste dos Estados Unidos e, embora possa tentar sacudir sua cauda como uma cascavel, a criatura não é venenosa e só usa esse comportamento para assustar predadores. Outra cobra comum nos Estados Unidos, a cobra do milho, é uma criatura visualmente deslumbrante que exibe padrões de cores complexos de amarelo, laranja, vermelho e preto. Essas cobras amarelas são animais de estimação populares, conhecidos por terem naturezas retraídas.

Embora todas essas espécies sejam não venenosas, nem todos os tipos de cobras amarelas são seguras. A cobra coral , que apresenta um padrão marcante de faixas vermelhas e amarelas alternadas, tem um veneno poderoso, perdendo apenas para a cascavel na América do Norte. A cobra-do-mar de barriga amarela habita águas tropicais e possui um veneno neurotóxico que pode causar paralisia, insuficiência renal e parada cardíaca.

Embora existam muitas cobras amarelas que vêm por suas cores naturalmente, os criadores de cobras criaram algumas cobras amarelas por meio de reprodução seletiva. Alguns, como a píton bola albina, são vividamente modelados com anéis e manchas amarelas e brancas. A criação de cobras projetadas é popular entre alguns entusiastas de cobras, embora até agora uma cobra puramente amarela não tenha sido criada com sucesso.

É importante lembrar que a maioria das cobras de qualquer cor são inofensivas para os humanos e geralmente querem ser deixadas sozinhas. Como alguns são venenosos, os especialistas em vida selvagem recomendam evitar o contato com qualquer cobra selvagem, mesmo que pareça inofensiva. Mesmo sem veneno, as cobras podem dar uma mordida forte e dolorosa e não devem ser apanhadas. Além disso, como muitas espécies de cobras estão experimentando quedas populacionais devido à perda de habitat, geralmente é melhor deixar as cobras selvagens sozinhas. Se uma pessoa receber uma picada de cobra, mesmo que não doa, geralmente é aconselhável atendimento médico.