As pítons-bola fêmeas podem ficar agressivas depois de botar ovos.

Os prós e contras de escolher uma píton-bola fêmea em vez de um macho normalmente se concentram no tamanho, nos requisitos de habitat e na possibilidade de reprodução. As fêmeas são normalmente maiores e também podem ter padrões mais pronunciados e definidos. Isso pode torná-los mais atraentes imediatamente, mas também geralmente requer um pouco de trabalho adicional. Em geral, as fêmeas requerem habitats maiores com mais lugares para se esconder e se isolar; eles também costumam comer mais. Dependendo da cobra e de como foi criada, pode ser necessária uma presa viva, o que pode ser uma preocupação para os tratadores. Pessoas que estão interessadas em criar pítonsfrequentemente escolhem fêmeas por causa de sua capacidade de botar ovos. As fêmeas férteis geralmente produzem entre três e 11 ovos a cada ciclo reprodutivo, e pode haver dois ou três desses ciclos a cada ano. Talvez por causa disso, porém, as mulheres costumam ser consideradas mais agressivas do que os homens. Ambos são considerados dóceis, mas, especialmente depois que os ovos são postos, as fêmeas tendem a ser mais sensíveis e mais propensas a morder ou atacar. Fazer a melhor escolha geralmente requer um equilíbrio de vários fatores, além de um pouco de pesquisa sobre a espécie como um todo.

Compreendendo a cobra em geral

Pythons podem comer ratos.

O píton bola é uma raça de cobra reconhecida por suas cores e padrões marcantes. É nativo de muitas partes da África central, mas é um animal de estimação comum em todo o mundo graças ao seu tamanho geralmente pequeno – pelo menos quando comparado a outras cobras de coloração e origem semelhantes – e natureza não venenosa e não agressiva. As pítons-bola geralmente crescem entre quatro e seis pés (1,22 a 1,83 metros) de comprimento. É comum que a fêmea seja ligeiramente mais comprida e larga do que o macho na maturidade, mas nenhuma delas é considerada uma cobra muito grande.

Todas as pitões são geralmente fáceis de manter e não são venenosas.

Quando ameaçadas, essas cobras normalmente se enrolam em uma bola ou enrolam seus corpos para se proteger, e é daí que vêm seu nome. Na maioria dos casos, eles só atacam se o agressor os provoca de forma consistente. A fêmea de píton bola geralmente não é mais ou menos agressiva do que um macho, a menos que esteja protegendo seus ovos. No geral, a agressividade geralmente varia de cobra para cobra, em vez de ser determinada pelo sexo.

Considerações sobre coloração e tamanho

Muitos proprietários de cobras veem os padrões mais ousados ​​e marcantes da fêmea como um dos maiores prós. Como a maioria das cobras domésticas, as pítons-bola costumam ser mantidas para proporcionar prazer a seus proprietários. Embora a personalidade da cobra seja geralmente a parte mais importante de um bom vínculo com o dono da cobra, isso pode ser difícil, senão impossível, de discernir no momento da compra. Quando podem escolher, os compradores costumam escolher a mulher por razões estéticas.

Isso não quer dizer que os machos sejam estúpidos; seu padrão é geralmente o mesmo, mas tende a ser menos pronunciado e nem sempre tão vibrante. Os machos também tendem a ser menores. Isso pode ser um prós ou um contra, dependendo das circunstâncias. Em geral, essas cobras já estão na extremidade menor do espectro de raças africanas vendidas no mercado interno; às vezes as pessoas os desejam porque são mais compactos; nesse caso, um homem pode ser o melhor. Alguém que deseja exibir uma cobra maior e de aparência mais poderosa pode ser mais bem servido com uma fêmea.

Habitat Requerido

Com o tamanho, vêm as considerações do habitat. As pítons-bola, sejam machos ou fêmeas, tendem a ser criaturas muito íntimas que precisam de muito “tempo sozinhas” para se esconder. Os especialistas geralmente recomendam fornecer um tanque ou terrário para as cobras viverem, e as fêmeas geralmente precisam de um pouco mais de espaço do que os machos. Particularmente se os proprietários estão esperando por ovos, túneis e tocas são realmente importantes, e na maioria das vezes os proprietários precisarão de várias opções para garantir que a cobra permaneça confortável e não fique estressada.

Agressividade

The female snake’s aggressiveness is usually a con, but in most cases this temperament hits its peak during breeding. Females tend to be very protective of their nests and eggs, and are usually more sensitive to handling and touching when eggs are on the way, too. Owners who are able to anticipate this often find that it’s very workable.

Importance of Source

Most of the more generalized pros and cons relate to the ball python generally, irrespective of gender. They tend to be finicky eaters, particularly when captured from the wild, and they typically require live prey rather than pre-frozen or killed food. Some owners try to get around this by purchasing a baby python bred in captivity and starting it on pre-frozen mice right away to ensure it will eat them.

Snakes captured from the wild may also be subject to more health concerns, particularly where parasites and stress are concerned. In general, snakes of any variety should only be purchased from reputable breeders who have a track record for healthy animals and humane breeding practices.