Cuidados de saúde altamente especializados podem ser uma parte cara da propriedade do preguiçoso. Algumas áreas exigem cobertura de seguro para animais de estimação exóticos para preguiças de estimação.

Os entusiastas de animais de estimação exóticos frequentemente procuram uma preguiça de estimação para um animal de estimação fofinho e familiar. Eles têm temperamentos descontraídos e podem ser afetuosos e até brincalhões; eles têm vida longa, muitas vezes sobrevivendo por 30 anos ou mais em cativeiro; e é improvável que eles fujam. Embora as preguiças possam ser bons animais de estimação para algumas pessoas, há uma série de desvantagens em ter um. Tal como acontece com outros animais de estimação exóticos, eles são caros de se obter, podem ser ilegais em alguns lugares e podem exigir licenças e autorizações especiais. Dependendo da espécie, eles podem ter necessidades dietéticas especiais e os cuidados veterinários especializados tendem a ser muito caros, tornando aconselhável um seguro caro para animais de estimação exóticos.

Prós

Licenças ou autorizações especiais podem ser exigidas para possuir uma preguiça.

Para muitas famílias e indivíduos, ter uma preguiça de estimação parece atraente, pois são animais “fofos” que costumam ser bons com crianças pequenas. Como eles normalmente se movem lentamente, eles são bastante fáceis de rastrear e não tendem a tentar escapar ou fugir. Embora possam emitir sons, geralmente não são barulhentos e é muito improvável que se envolvam em comportamentos destrutivos, como arranhar móveis ou mastigar roupas ou almofadas. O fato de serem animais geralmente muito limpos, que se sentem confortáveis ​​em viver em casa depois de se acostumarem também torna as preguiças atraentes como animais de estimação.

Contras

As preguiças podem ser animais de estimação amigáveis ​​para a família que vivem cerca de 30 anos, mas os animais selvagens podem ser caros e exigir licenças ou licenças especiais em algumas áreas.

As desvantagens de possuir uma preguiça de estimação, no entanto, costumam ser substanciais o suficiente para desencorajar a maioria das pessoas de comprar uma. Eles são animais exóticos que muitas vezes são difíceis de comprar legalmente, então o preço de compra provavelmente será muito alto. Existe a possibilidade de o animal ficar doente e necessitar de cuidados veterinários altamente especializados, o que pode ser extremamente caro. Isso torna o seguro para animais de estimação exóticos muito aconselhável; pode, de fato, ser uma exigência legal em alguns lugares. Mesmo que uma preguiça possa ser comprada e mantida legalmente, muitos estabelecimentos, como hotéis, alojamentos para animais de estimação e apartamentos, não permitem porque são considerados animais de estimação exóticos.

Tipos de preguiça

Os contras de manter uma preguiça de estimação podem incluir arranhões.

Existem dois tipos principais de preguiça – dois dedos e três dedos – que pertencem a famílias diferentes. Dentro dessas categorias, há quatro espécies de preguiças de três dedos e duas espécies da variedade de dois dedos, totalizando seis. Os nomes referem-se ao número de dedos nos membros anteriores; todas as espécies têm três dedos nas patas traseiras. As formas de três dedos têm dietas mais especializadas, envolvendo determinadas espécies de plantas, complementadas por insetos. Por esse motivo, os tipos de dois dedos são mais comumente mantidos como animais de estimação.

Comportamento

Na natureza, esses animais passam quase todo o tempo no alto das árvores, suspensos em galhos. Como animais de estimação, eles se comportam da mesma forma e gostam de escalar e se pendurar em qualquer coisa adequada. Em seu ambiente natural, as preguiças descem de suas árvores apenas para defecar, o que raramente ocorre, geralmente uma vez por semana. No entanto, eles produzem um grande volume de fezes.

O pêlo espesso da preguiça abriga muitos parasitas, como ácaros e carrapatos. Por causa disso, eles tendem a arranhar muito. Porém, seus parasitas não são considerados uma ameaça para os humanos.

Baby sloths cling to their mothers until they are old enough to fend for themselves. A pet sloth will usually demonstrate similar behavior and will happily embrace its owner, which greatly adds to their appeal. If properly looked after, they are affectionate and, despite their slow movements, surprisingly playful. Many owners have reported that their pets enjoy playing “peek-a-boo” using an old blanket.

General Care

A pet sloth needs to be provided with something to climb on that is strong enough to take its weight. It will enjoy climbing and hanging from real or fake trees inside the home. If this is not possible, it may be happy climbing other structures, such as wooden or metal frames, that have been constructed for this purpose. Ideally, it should have a large living space in which it is allowed to roam and play. At the very least, a tall, roomy cage should be provided to give the animal plenty of room to climb around.

Sloths live in areas with continually high temperatures and are not well adapted to life in temperate regions. They have a very slow metabolic rate and are unable to warm themselves in cold conditions by shivering. For this reason, it is essential to provide a constantly warm environment to ensure that the animals remain comfortable and healthy.

Properly caring for a sloth also requires obtaining special food that can be expensive and difficult to find. Suitable food can sometimes be purchased from zoos or zookeeping resources, but this is not always the case. Additionally, some people may be too squeamish to feed the pet its proper diet, which may include insects. Two-toed sloths appear to be less specialized in their diet and will eat a variety of vegetable matter, but it is important for owners to ensure that they receive enough of all the trace nutrients they require. Anyone considering keeping a sloth as a pet should seek expert advice applicable to the particular species.

Legal Issues

Sloths are generally considered to be “exotic” pets and this means that potential owners may have to meet certain conditions and obtain special licenses or permits. Before considering keeping this animal as a pet, it is essential to check out any legal requirements. These vary from country to country and, in the US, from state to state. In some countries and some states, it may simply be illegal. Keeping a sloth under these circumstances could result in a large fine or even imprisonment, as well as confiscation of the animal.